Como usar o Clubhouse para negócios

Por Marketing
26 de abril de 2021

Você conhece a Clubhouse?

Certamente você já deve ter ouvido alguém falar sobre ela por aí. Até mesmo porque o app já faz sucesso desde o início deste ano.

A princípio, trata-se de uma mídia social baseada em áudio. É isso mesmo que você leu! O Clubhouse é uma rede social de conversas de voz.

Mas, posteriormente, você vai descobrir que ela é muito mais do que isso.   E se você achava que a comunicação por áudio estava ultrapassada, saiba que ela vem se reinventando cada vez mais. Com a evolução da web rádio, por exemplo, passando pelo podcast e pesquisa por voz, chegamos às salas de áudio temáticas.  

Mas, o que é o Clubhouse? Como o aplicativo funciona? Por que está fazendo tanto sucesso no momento?  Como usá-lo em seu ecommerce? É o que vamos esclarecer aqui.

Fique conosco e boa leitura!

O que é o Clubhouse e qual é a história por trás da rede social?

O Clubhouse é uma mídia social de salas de áudio ao vivo, criada em abril de 2020. No entanto, foi por volta de fevereiro de 2021 que ela passou a chamar mais atenção dos usuários. Neste período, o app teve mais de 10 milhões de downloads, de acordo com o Sensor Tower.

O aplicativo, que chegou a ser avaliado em 100 milhões de dólares, já caiu no gosto de celebridades como Oprah Winfrey, Drake, Boninho e passou a fazer ainda mais sucesso com a participação do bilionário Elon Musk, CEO da Tesla e da SpaceX.

Nesse sentido, a participação do homem mais rico do mundo na rede social, contribuiu para promover o aplicativo como um ambiente de discussões profissionais de viés tecnológico e empresarial.

Como usar o Clubhouse

Como funciona esta mídia social?

Agora vamos explicar a dinâmica de funcionamento do Clubhouse.

Primeiro, as pessoas podem entrar em salas de conversa para fazerem troca de áudio ao vivo. Desse modo, podemos dizer que funciona como um app de podcasts ou de conferências ao vivo e com pessoas do mundo todo. A capacidade máxima para cada sala é de 5mil pessoas.

O aplicativo permite ainda criar salas de bate-papo e nomeá-las de acordo com o tema do assunto. Assim, há três tipos de sala que você pode criar:

  1. Sala pública — aceita qualquer membro do aplicativo;
  2. Sala social — é mais restrita e aceita apenas pessoas seguidas pelo criador da sala;
  3. Sala privada — o criador consegue controlar quem entra ou sai.

 

Qualquer usuário da plataforma pode criar uma sala de áudio.  O criador da sala torna-se o moderador, podendo convidar outras pessoas para participar. O moderador ainda pode designar outros usuários como moderadores ou speakers. Apenas os speakers podem falar na sala.

Além disso, não existe chat público nas salas. Quem não é nem moderador nem speaker, entra como ouvinte.

Também há os clubs, que são conjuntos de salas. Neles é possível agendar o horário para que as salas comecem a funcionar. Dessa maneira, as pessoas conseguem se programar para participar quando estiverem livres.

Clubhouse e o potencial dos conteúdos em áudio

É importante destacar que no aplicativo não há nenhuma interação por mensagens de texto, imagens ou vídeos. Então, não há feed para mostrar conteúdo, emojis, comentários, nada disso! Só é possível enviar áudio.

Portanto, não há dúvidas de que a tecnologia de voz é uma forte tendência. Prova disso é que, depois da popularidade dos dispositivos e das buscas comandadas por voz, surge uma mídia social exclusiva para esse formato de comunicação.

E por falar em exclusividade, essa é uma das principais características do Clubhouse. A seguir você vai entender do que estamos falando.

Clubhouse: uma rede social seleta

Hoje, o Clubhouse conta com um grupo de usuários seletos. Ou seja, nem todo mundo consegue baixar e utilizar o aplicativo. Isso porque, em primeiro lugar, ele só está disponível para aparelhos da Apple, pois só funciona no sistema iOS.

Em segundo lugar, só é possível entrar no app se for convidado por outra pessoa que já é membro da rede social.   Cada novo usuário recebe apenas dois convites, o que torna a participação no Clubhouse bastante restrita.

Essa exclusividade também pode ter sido um dos fatores responsáveis pelo boom da mídia social. Afinal de contas, a escassez é um gatilho mental que gera curiosidade e atrai o público, que faz questão de fazer parte para saber o que se passa na plataforma.

O Clubhouse ainda não está disponível para Android, mas segundo os desenvolvedores do app, haverá uma possível versão para o sistema operacional em breve.

Como usar o Clubhouse em seu ecommerce?

O Clubhouse também é visto como uma ferramenta de marketing.

Desse modo, a plataforma pode oferecer muitas vantagens para o seu ecommerce. Dentre elas, está a possibilidade de prestar um serviço ou mesmo oferecer um atendimento em que o consumidor possa expor uma dúvida em tempo real.

Ao mesmo tempo, as salas são uma oportunidade para as marcas se relacionarem com os seus clientes de forma mais próxima. Dessa forma, fica mais fácil se tornar autoridade no seu segmento.

Além disso, como nós falamos, muitas personalidades importantes do mundo dos negócios já estão no Clubhouse, falando com outras pessoas relevantes sobre empreendedorismo, marketing, vendas, tecnologia,  inovação, etc.

Logo, participar das salas pode trazer boas ideias e insights que podem ser úteis para a estratégia de negócio da sua loja virtual.

Enfim, muitas podem ser as oportunidades de negócio nessa nova rede que ainda está em crescimento. Por isso, é bom ficar atento para descobrir novas possibilidades.

Leia também:

Responder

Seu email não será publicado.

*
*